Publicidade:

“Óooraaaa soooô”,vai começar a festa do celeiro mais nostálgico de todas nossas infância. Quando o assunto é festa destinados aos pequeninos de nossa nação,preocupamo-nos em vários fatores primordiais, que visam desde segurança até o bem estar pleno a quem se destina e todos os convidados. Com isso,há várias maneiras de idealizar e,por que não desenvolver,os sonhos mais fantásticos, mais encantados de “los niños”,com um serviço especializado no ramo de eventos que englobam não só buffet mas, além de tudo o entretenimento completo, muitos destes aderem ao gosto do freguês, temas de personagens infantis caracterizados, seriados, como por exemplo, o cocoricó da tv cultura que é bastante lúdico, livre e que auxilia no desenvolvimento cognitivo com seus ensinamentos.

Quando a verba não está a nossa altura de expectativas, podemos partir para a lei do improviso,como modo de baratear,economizar,em meio as crises financeiras. Os personagens do cocoricó podem ser interpretados pelos próprios parentes da festa,da para inventar trocentos jogos teatrais,como forma de interação, brincadeiras que as crianças estão acostumadas e sabem de cor, e novas também, adivinhas como: Quem acertar qual o nome desse personagem que diz-puxa, puxa que puxa-ganha uma salva de palmas dos coleguinhas.brincadeiras desse tipo. O que importa é a interação,seja com os outros colegas,mutuamente com o tema da festa, e por esse último termo,tenho certeza que todos conhecem o cocoricó,sem dúvida,a criançada toda sabem os nomes de cór de todos os personagens,e tem aqueles seus preferidos. As crianças por natureza são curiosas, quando elas gostam de algo elas gostam mesmo,quando não gostam logo já sabemos através de suas reações ou mesmo não-reação.

Como havia falado, há muitas maneiras de entretermos a gurizada,uma outra forma de assim fazer pode ser assim:escrever em folhas em branco frases ou falas ou nomes dos personagens, desenvolvendo entretenimento e aprendizado. Podemos desenvolver também, nesse mesmo âmbito, jogos mas que desenvolvam leituras,pensamentos, curiosidades e opiniões próprias do pequenos.

Publicidade:

Com tudo, aqui há uma possibilidade entres muitas outras de como idealizar uma festa infantil, possuindo ou não verba suficiente, sem deixar a satisfação de lado, muito pelo contrário. Basta inovar, eis a lei do improviso.

Tags: ,